Jefferson e Luis Ricardo voltam a ser baixas em treino do Botafogo

Além de Valencia, suspenso, o Botafogo corre risco de ter mais uma baixa para enfrentar a Chapecoense, nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Nilton Santos: Jefferson. Já a Chapecoense vem de empate na última rodada e também precisa vencer para subir na tabela, pois está na décima segunda colocação, com 32 pontos ganhos. Poucos jogos depois, mesmo vencendo o São Paulo por 3 a 1 até os 30 minutos do segundo tempo, o Alvinegro permitiu a virada e caiu por 4 a 3. Na rodada passada, novo revés em casa, dessa vez diante do Vitória. Ele será reavaliado pelos médicos na terça e pode acabar perdendo a chance de jogar.

"Perdemos alguns pontos importantes em casa, mas também ganhamos fora".

Em termos de escalação o Botafogo vive um drama no gol.

Rabello está garantido entre os titulares, mas outra peça fundamental da defesa botafoguense ainda não foi definida: o goleiro Gatito Fernández foi convocado pelo Paraguai, e Jefferson está com amigdalite. Para este compromisso o zagueiro Joel Carli, que deixou o duelo com o Vitória com um corte na perna direita, é reforço, pois se recuperou. No ataque, Brenner, que fez os dois gols diante do Vitória, será mantido no posto de Roger, que não joga mais este ano por conta da retirada de um tumor no rim. Ainda se recuperando de uma amidalite, o jogador voltou a ficar de fora do treino da equipe nesta terça e, por isso, provavelmente será desfalque para o técnico Jair Ventura. "A derrota incomodou, mas não podemos ficar pensando".

São oito gols marcados em 2017, um a mais que Guilherme e Rodrigo Pimpão, atacantes de ofício.

Jandrei, Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Moisés Ribeiro, Lucas Mineiro e Canteros; Alan Ruschel, Wellington Paulista e Túlio de Melo.

Edition: