Ricardo Carvalho condenado a sete meses de prisão por fraude fiscal

Ricardo Carvalho foi condenado a sete meses de prisão por fraude fiscal, em Espanha.

O Tribunal Regional de Madrid condenou o futebolista campeão europeu por Portugal, Ricardo Carvalho, de 39 anos, a 7 meses de prisão por crimes fiscais, cometidos em 2011 e 2012, relacionados com a ocultação de receitas provenientes dos direitos de imagem. A decisão foi confirmada esta sexta-feira, com o antigo internacional português a ter de pagar ainda uma multa de cerca de 142 mil euros.

Mas por praticar a atividade em Espanha, quando jogou no Real Madrid, o fisco espanhol caiu em cima de Ricardo Carvalho. A justiça espanhola ratificou o acordo entre a Autoridade Tributária e Ricardo Carvalho, no qual o jogador, atualmente ao serviço dos chineses do Shanghai SIPG, reconheceu ter cometido as acusações que lhe são imputadas, na altura em que representava o Real Madrid. Antes do acordo feito, o Ministério Público espanhol pediu 300 mil euros (R$ 1,1 milhão) de multa e ainda a prisão do jogador por um ano.

Na comparação com a pena de 21 meses imposta a Lionel Messi, os magistrados lembraram que a fraude do argentino era bem superior, atingindo os 4,1 milhões de euros.

Edition: