TIC ordena arresto da pensão milionária de Ricardo Salgado

De acordo com o canal televisivo, o Tribunal de Instrução Criminal ordenou o arresto da pensão do ex-banqueiro Ricardo Salgado, no âmbito do caso Banco Espírito Santo (BES).

A sua decisão foi depois anulada pelo Instituto de Seguros de Portugal, regulador dos fundos de pensões, e Ricardo Salgado voltou a receber os 39 mil euros líquidos.

O arresto servirá para proteger os lesados do BES, salvaguardando um valor para o pagamento de indemnizações, caso os gestores do BES e GES sejam condenados, segundo o Observador.

O fundo de pensões do Novo Banco entende que a reforma deve ter um teto igual ao último salário mais alto pago aos ex-administradores antes de a instituição ser dissolvida e entrar em liquidação, em julho de 2016.

Em causa na investigação ao "Universo Espírito Santo" estão suspeitas de falsificação, falsificação informática, burla qualificada, abuso de confiança, fraude fiscal, corrupção no setor privado e branqueamento de capitais.

Edition: