Todas as contas da Yahoo foram atacadas (até a sua)

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos.

O ciberataque de 2013 à gigante online Yahoo afetou todas as três bilhões de contas da empresa, disse, nesta terça-feira (3), a Verizon, que adquiriu os ativos online da Yahoo no começo deste ano, após uma nova análise sobre o incidente. "O nosso investimento na Yahoo está a permitir a essa equipa continuar a dar passos significativos para melhorar a sua segurança assim como beneficiar a experiência e recursos da Verizon", pode ler-se no comunicado da responsável de segurança da Verizon, Chandra McMahon.

A conclusão da Verizon revisou bem para cima a estimativa inicial do Yahoo, de um bilhão de contas afetadas.

O Yahoo ainda destaca que está enviando e-mails para todos os seus usuários para explicar a situação e lembra que a investigação aponta que as informações roubadas pelos hackers não incluem senhas em texto claro, dados de pagamento ou informações bancárias.

Estimava-se que a violação do Yahoo fosse a maior da história em termos de números de usuários afetados.

O portal Yahoo é propriedade da operadora de telecomunicações norte-americana Verizon.

Em 2016, Andrew Komarov, vice-presidente de segurança da InfoArmor, companhia de segurança cibernética do Arizona (EUA), alertou que um coletivo de hackers -geograficamente disperso baseado na Europa Oriental- vendia todo o banco de dados roubado a interessados.

O preço de compra caiu após as revelações de dois grandes vazamentos de dados.

Funcionários americanos afirmam que agentes de inteligência russos contrataram Baratov e outro hacker para realizar ataques contra o Yahoo! de 2014 a 2016.

Edition: