May mantém alerta terrorista em nível 'grave' após atentado em Londres

O nível grave significa que as autoridades consideram ainda um novo atentado altamente provável, segundo a Reuters.

A chefe do executivo indicou também que serão destacados militares para manter a segurança em alguns pontos da capital britânica.

As investigações à explosão de sexta-feira em Parsons Green, que fez 29 feridos, prosseguem após a detenção de dois suspeitos, com buscas a propriedades em Sunbury-on-Thames e em Stanwell, na Londres oeste.

O ataque bombista, ocorrido às 8.20 horas, hora de ponta, pretendia causar graves danos, disse a primeira-ministra nas primeiras declarações emitidas após o atentado, o quinto perpetrado em seis meses no Reino Unido. O ataque foi reivindicado pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI), o que ainda não foi confirmado pelas autoridades britânicas.

A decisão de elevar o patamar de ameaça foi tomada pelo Centro de Análise Conjunto de Terrorismo, composto por representantes de 16 departamentos do governo e com sede nos escritórios do serviço secreto MI5. Ela também prometeu aumentar a presença da polícia armada e do exército nas ruas e nos meios de transporte público "para proteger a população".

Além de buscar imagens das câmeras de vigilância local sobre quem teria deixado uma mochila dentro de uma sacola de supermercado no local, apontada como o início da explosão, a polícia também pede que testemunhas deem seus depoimentos ou apresentem fotos feitas no local e que possam ajudar nas investigações. "Embora estejamos satisfeitos com os progressos realizados, o nível de ameaça continua crítico".

Edition: