Protesto após absolvição de ex-policial por morte de homem negro — EUA

Dez polícias norte-americanos foram hospitalizados na sexta-feira à noite na sequência de confrontos com manifestantes no centro de Saint Louis, no estado do Missouri (centro-oeste), que saíram à rua para protestar contra a absolvição de um ex- polícia acusado de homicídio de um suspeito negro, em 2011.

Stockley alvejou Lamar Smith cinco vezes depois de uma perseguição numa autoestrada, afirmando ter visto Smith a segurar uma arma antes do início da perseguição. No entanto, a arma não aparece nas imagens da câmera instalada na viatura, nas que foram feitas por celular por uma testemunha, nem nas da câmera de vigilância de um restaurante próximo. Na última sexta-feira, Timothy Wilson, juiz de St. Louis, absolveu Stockley das acusações de assassinato de Smith, um suposto traficante de drogas morto em uma perseguição policial.

O protesto começou pelas 09:40 (horas locais) no exterior do tribunal Carnhan, no centro da cidade, com os manifestantes a exigiram justiça.

O protesto, inicialmente pacífico, degenerou em violência quando os manifestantes partiram uma janela e atiraram tinta contra a casa da presidente da câmara de St. Louis, Lyda Krewson.

Foi precisamente em um subúrbio de St. Louis, em Ferguson, onde em 2014 começou uma onda de distúrbios raciais em todo o país depois que um policial branco matou um jovem negro Michael Brown, transformado em símbolo do movimento "Black Lives Matter".

Em agosto deste ano, três pessoas morreram em Charlottesville, na Virgínia, durante embate entre um grupo da extrema direita e manifestantes antirracismo.

Edition: