"Calámos os adeptos do Olympiakos" — Jorge Jesus

Pouco depois, Doumbia vê Gelson Martins completamente solto e passa-lhe a bola; o jogador leonino, que parte ainda do seu meio-campo (houve quem reclamasse de fora-de-jogo, mas isso só acontece se o jogador que vai receber o passe estiver no meio-campo adversário e adiantado em relação ao penúltimo jogador contrário), corre desenfreadamente por todo o campo e marca o 2º golo da noite, para enorme alegria dos cerca de 1000 adeptos portugueses que se deslocaram até ao anfiteatro grego. Surpreendemos nos primeiros 45 minutos e fizemos três golos na primeira parte. Podíamos ter feito cinco ou seis golos. Fizemos um jogo muito fácil na primeira parte pela qualidade da nossa equipa.

"A exibição foi brilhante, mas podíamos ter saído daqui com um resultado histórico, mas saímos satisfeitos. A equipa confiou demasiado", analisou Jorge Jesus. Podíamos ter juntado as duas partes. O facto de estarem a perder 0-3 na primeira parte tirou-lhes o ânimo.

O Sporting defronta, esta terça-feira, o Olympiacos na primeira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões. Na segunda parte não abordámos o jogo como um jogo de Champions, sem intensidade, e sofremos dois golos nos últimos minutos. "Pusemo-nos a jeito", admite o treinador do Sporting.

Questionado sobre o ciclo vitorioso do Sporting, o técnico respondeu que "não há equipas invencíveis no mundo, quando mais o Sporting que ainda está a crescer".

Edition: