Polícia isola áreas em Moscou após múltiplas ameaças de bomba

As forças de segurança estão a fazer buscas nos locais afetados e a usar cães polícia para procurarem eventuais engenhos explosivos.

Até ao momento, não há notícia de que qualquer engenho explosivo tenha sido encontrado.

"Parece terrorismo por telefone e nada mais, mas todas as chamadas têm de ser investigadas", adiantou o responsável, em declarações à Tass.

A Tass relata ainda que, na região de Trans-Baikal, um edifício administrativo na cidade de Chita foi também evacuado depois de receber uma chamada telefónica a dar conta da ameaça de bomba.

Entre os alvos destas ameaças estarão as maiores estações de comboios da capital russa, mais de uma dúzia de centros comerciais e pelo menos uma universidade. Ao todo, 30 lugares foram evacuados, incluindo duas universidades, a Sechenov Medical University e a MGIMO International Relations University, além das estações de Leningradsky, Kazansky e Kievsky.

Esta está a ser uma semana difícil para as autoridades russas, com mais de 20 cidades afetadas por ameaças anónimas que, até agora, se revelaram falsas.

As chamadas anônimas começaram na segunda-feira, principalmente na parte ocidental da Rússia, e no dia seguinte se espalharam para o resto do país.

Edition: