Villas-Boas goleado por Scolari, mas nas "meias" da Champions asiática

André Villas-Boas, técnico do Shanghai SIPG, deu uma declaração, no mínimo, estranha após eliminar o Guangzhou Evergrande nos pênaltis, pela Liga dos Campões Asiática.

A copiosa derrota por 5-1 não impediu, porém, o conjunto de Villas-Boas de prosseguir em prova, já que na primeira mão o Shanghai GIPS vencera por 4-0. Contudo, nas penalidades, a equipe de Villas-Boas e dos brasileiros Hulk e Oscar garantiu a vaga nas semifinais do torneio, quando enfrentará o Urawa Reds, do Japão. Ele acusou o clube adversário de criar diversas situações para prejudicar seu clube. Segundo o português, o time dirigido por Felipão teria tentado atrapalhar a viagem do Shanghai ao jogo, para atrasar a chegada do ônibus ao estádio e a maneira como isto teria sido feito é extremamente inusitada. "Parecia que apenas um clube estava destinado a dominar o futebol na Ásia, sem se importar em bloquear hotéis e provocar falsos acidentes para consegui-lo", insinuou.

Um vídeo postado na internet mostra que a rota do ônibus que levava o Shanghai SIPG foi bloqueada até cinco vezes por dois ou três carros, que ficaram parados diante do ônibus por possíveis acidentes, apesar de não ser possível ver nas imagens qualquer sinal de colisão entre os veículos. "Pelos vistos, o Guangzhou tem jogadores que podem dar cotoveladas nos adversários [caso do brasileiro Elkeson] sem serem expulsos".

Edition: