Torcida do São Paulo consegue 7.500 assinaturas pelo retorno de Muricy Ramalho

As declarações de Muricy citadas por Pinotti foram dadas durante o programa "Bem, Amigos", do qual faz parte do quadro de comentaristas, na noite da última segunda-feira.

Questionado acerca da possibilidade de o clube contratar Muricy Ramalho como coordenador técnico, Pinotti confirmou que a diretoria é contrária à ideia de se criar tal cargo, mas admitiu que o ex-treinador, tricampeão brasileiro no Tricolor entre 2006 e 2008, pode colaborar "informalmente". Um abaixo-assinado com 7500 assinaturas feito através de uma torcida organizada foi entregue a diretoria pedindo pelo seu retorno, desta vez como coordenador técnico. - Tomamos conhecimento sobre a declaração do Muricy, sabemos que ele tem contrato (de comentarista), ele é muito honesto, cumpre seus compromissos, mas nada impede que ele possa vir a ajudar o São Paulo - disse Pinotti. "Ele tem que saber que ele me telefonou, até mesmo porque o Pinotti me disse que conversou com o Júnior e avisou que iria me ligar", disse Muricy em entrevista à Rádio Jovem Pan. No "Bem, Amigos", Muricy, que hoje é comentarista do SporTV, disse que não deseja voltar a trabalhar como treinador, mas garantiu que poderia ajudar o clube de outra forma, nem que seja para conversar com os jogadores e com o técnico Dorival Júnior.

A programação inicial do São Paulo para esta semana não previa mais nenhuma entrevista coletiva de atletas no CT da Barra Funda. Ao falar sobre Muricy, ele sugeriu que atual comentarista possa prestar uma ajuda 'informal' ao clube. "A situação é horrível, claro que estamos temerosos, mas trabalhamos bastante há algum tempo para tirar o time dessa situação". Gostamos do trabalho do Dorival, que ainda não está refletindo em campo, que é o principal. "Tenho compromisso com a TV e não quebro contratos".

"Muito difícil vir oficialmente, mas nada impede que ele nos ajude com a são-paulinidade dele, com profissionalismo, com a bagagem que é muito importante para o São Paulo", acrescentou. "Não podemos impor um coordenador para o Dorival, sem que ele esteja totalmente confortável", encerrou. Mas estamos muito satisfeitos.

Edition: