Para Zezé Di Camargo não houve ditadura no Brasil

O cantor Zezé Di Camargo causou polêmica mais uma vez ao dizer que o Brasil nunca passou uma ditadura militar, em entrevista para o canal da jornalista Leda Nagle no Youtube. O humorista partiu para o ataque depois que o cantor sertanejo fez uma declaração sobre ditadura militar no Brasil. Ainda defendeu que o país passe por uma reorganização liderada por militares.

Após xingamento, Rafinha foi duramente criticado nas redes sociais.

"Me considero um cara muito politizado". Mas não imagino sendo político. "Já conversei com alguns políticos, eles ficam impressionados com meus conhecimentos políticos", disse. "Eu quero ser politizado para exercer o meu direito como cidadão", completou o cantor.

No bate-papo com a jornalista Zezé deu declarações polêmicas sobre política: "Eu vou falar um absurdo aqui para você, vão me criticar, jornalistas vão falar de mim, achar que sou maluco".

"Eu vejo o Brasil em um momento crucial. Nós não vivíamos numa ditadura, nós vivíamos num militarismo vigiado, não numa ditadura", disse Zezé. Em seguida, ensinou que durante os 20 anos da Era dos Generais, o Brasil foi governado não por uma ditadura, mas pelo que batizou de militarismo vigiado.

"Ditadura é a Venezuela, Cuba com Fidel Castro e até hoje vive, Hungria, Coreia do Norte, China, esses são realmente ditadores. O Brasil nunca chegou a ser uma ditadura daquelas que ou você está a favor ou você está morto", disse o cantor.

A jornalista lembrou o sertanejo de que, por 21 anos, a ditadura prendeu, torturou e matou muita gente.

O irmão de Luciano também tentou minimizar a violência do regime militar brasileiro."Mas não chegou a ser tão sangrenta, tão violenta, como a gente vive até hoje, no mundo de hoje".

"Mas eu acredito, aqui dentro comigo - as pessoas vão me achar maluco - não quero isso jamais para o Brasil, mas eu acho que o Brasil hoje precisa passar por uma depuração". O Brasil até pensar no militarismo para reorganizar a coisa e entregar de novo, limpamos essa corja e está aqui o Brasil.

Edition: