Chapecoense anuncia a demissão do técnico Vinícius Eutrópio

A diretoria da Chapecoense continua em busca de um substituto para Vinícius Eutrópio, principalmente depois de ouvir "não" de Eduardo Baptista, Roger Machado, Enderson Moreira e Jorginho. "A Chapecoense deseja sucesso ao treinador em seus projetos futuros, cientes de que em sua passagem pelo comando técnico do time, demonstrou respeito e dedicação ao clube", disse a agremiação em nota.

Aconteceu o que todo mundo já sabia: Vinícius Eutrópio não resistiu a mais uma derrota no Campeonato Brasileiro e - advinhem só - não é mais técnico da Chapecoense que no momento está dando entrada na documentação para conseguir o visto de trabalho na Série B de 2018. Foram 17 partidas ao total sob o seu comando, sendo que neste período ele acumulou 11 derrotas, quatro vitórias e dois empates, o que significou um aproveitamento de somente 27,4%. Tudo que precisava ser feito dentro do processo está sendo feito.

Vamos ver se desta vez os dirigentes da Chapecoense fazem "parte da solução". Antes, nesta terça, o presidente Plinio David De Nes Filho e o próprio Vinicius Eutrópio concederão coletiva explicando a decisão. Um homem que ao longo de sua vida, de sua trajetória profissional, nunca deixou dúvida com relação ao seu trabalho e a sua vontade de vencer.

A Chapecoense, que chegou a liderar o Brasileiro no início da competição, ocupa a 18ª colocação com 25 pontos. "Enquanto isso, os jogadores se preparam para o primeiro jogo das oitavas de final da Copa Sul-Americana, contra o Flamengo, nesta quarta-feira, às 19h15, na Arena Condá".

Enquanto o novo treinador não é definido, o auxiliar Emerson Cris é quem assume a Chapecoense de forma interina.

Edition: