Anthony Garotinho é preso durante programa de rádio no Rio de Janeiro

Os agentes cumpriram um mandado de prisão domiciliar.

A prisão domiciliar de Garotinho foi ordenada por Ralph Manhães, da 100ª Zona Eleitoral de Campos. "Eu cuido aqui do programa com muito carinho", afirmou Santos nesta quarta.

Após a prisão, o ex-governador passou mal e foi levado para um hospital do Rio. Garotinho está sendo levado para Campos dos Goytacazes. Com isso, segundo Manhães e o Ministério Público, o ex-governador pretendia garantir forte base de apoio ao seu candidato à prefeitura Dr. Chicão (PR), que acabou derrotado.

A decisão estabelece ainda o uso de tornozeleira eletrônica, proíbe a utilização de telefones celulares e restringe o contato pessoal a advogados e familiares próximos, como mãe, netos, filhos e a mulher, a ex-governadora do Rio Rosinha Garotinho (PR).

O magistrado diz que o político conseguiu eleger 11 vereadores e diversos suplentes em 2016 graças a um esquema de compra de votos.

Qualquer visita médica só poderá acontecer se for comunicada previamente ao juiz do caso, com exceção das emergências.

Anthony Garotinho é réu em decorrência da Operação Chequinho, que investiga suposta fraude nas eleições municipais de Campos no ano passado com o uso do programa assistencial Cheque Cidadão.

A detenção de Garotinho foi revogada, então, em 24 de novembro, quando o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decretou uma fiança de R$ 88 mil, além de uma série de restrições. "Ele tem que se cuidar", comentou. "Trata-se de uma norma que tem por objetivo respeitar o trabalho de investigação em favor da mais ampla apuração dos fatos". Anthony Garotinho vai cumprir prisão domiciliar (foto: Reprodução/Facebook)Segundo relato da versão online do O Globo, Garotinho apresentava seu programa diário na Rádio Tupi, que fica no bairro de São Cristóvão, na zona Norte do Rio de Janeiro.

O ex-advogado Rafael Faria, se pronunciou sobre a prisão para o R7, dizendo, "Por mais esforço que fosse feito pela defesa, tudo o que a defesa fazia era refutado".

Edition: