Janot se encontra com o advogado de Joesley num boteco

A Procuradoria-Geral da República informou em nota enviada neste domingo (10) que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e o advogado Pierpaolo Bottini, que defende o empresário Joesley Batista, do grupo J&F, não trataram de assuntos profissionais durante encontro em um boteco de Brasília.

O Antagonista obteve com exclusividade o registro fotográfico feito por um frequentador do local. Os dois teriam conversado por 20 minutos. Para não chamar atenção, escolheram uma mesa de canto, ao lado de uma pilha de caixas de cerveja.

"Na minha última ida a Brasília, este fim de semana, cruzei casualmente com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, num local público e frequentado da capital".

O advogado de Joesley confirmou o encontro sem nenhum constrangimento por ter encontrado Janot. "Por uma questão de gentileza, nos cuprimentamos e trocamos algumas palavras". O advogado afirmou ainda que não trataram de "qualquer questão afeita a temas jurídicos" e disse que a conversa "foi uma demonstração de que as diferenças no campo judicial não devem extrapolar para a ausência de cordialidade no plano das relações pessoais". O encontro ocorreu dias após Rodrigo Janot iniciar investigação para apurar se houve irregularidades nas delações acordadas com Joesley Batista, um dos donos da JBS, e Ricardo Saud, diretor da empresa. O centro da crise é uma gravação, datada de 17 de março, em que Joesley e Saud indicam possível atuação de Marcelo Miller no acordo de delação quando ainda era procurador -ele deixou o cargo oficialmente em 5 de abril.

Edition: