Fábio fecha gol, Cruzeiro bate Chapecoense e se mantém no G-6

O treinador deixa o time após a derrota, na Arena Condá, pelo placar de 2 a 1, diante do Cruzeiro, na 23ª rodada do Brasileirão.

O treinador Vinícius Eutrópio promove as entradas de Canteros e Seijas no meio de campo, um volante que tem bom passe e um meia criativo e que terão a responsabilidade de fazer a bola chegar aos três atacantes da formação, Arthur Caike, Wellington Paulista e Túlio de Melo.

O primeiro tempo foi todo dominado pela Chapecoense. A Raposa também se arriscava no ataque. Rafinha balançou a rede de Jandrei. Enquanto isso, o Cruzeiro buscava engrenar alguma chance a partir de um contra-ataque. Fábio seguiu seguro, evitando os avançoes dos donos da casa. Logo aos seis minutos, Seijas fez bom cruzamento para Arthur, que é bloqueado por Ezequiel na hora do cabeceio. A opção de Mano deu certo, com Raniel marcando o segundo gol do Cruzeiro e sendo fundamental na jogada que resultou no primeiro marcado pelo time. No entanto, quase aos 40 minutos, após cobrança de falta pela direita, Túlio de Melo infiltrou em meio à defesa do Cruzeiro dentro da pequena área e fez de cabeça, diminuindo a diferença no placar.

A Chapecoense abre a zona de rebaixamento e tem vinte e seis pontos, a mesma pontuação de Avaí e Vitória, e está no Z4 por conta do saldo de gols. Para tentar mudar esse cenário, o Verdão do Oeste enfrentará o Grêmio, em Porto Alegre, pela próxima rodada do Brasileirão.

O próximo compromisso do Cruzeiro será no domingo (17), contra o Bahia, no Mineirão.

Antes de voltar a pensar no Campeonato Brasileiro, a Chapecoense terá pela frente o Flamengo em jogo válido pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana, quarta-feira (13), na Arena Condá, às 19h15.

Edition: