Benfica quer impedir divulgação de novos emails

O diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques confirmou, hoje, em declarações ao 'Jornal de Notícias', que os dragões foram notificados para responderem a uma providência cautelar interposta pelo Benfica, no âmbito do caso dos e-mails.

Depois do FC Porto ter divulgado no Porto Canal alguns emails entre o Benfica e algumas figuras ligadas à arbitragem e à Liga d e Clubes, o clube da Luz tenciona impedir os dragões de continuar a divulgar a troca de correspondência, diz o Jornal de Notícias. Ao Tribunal Cível do Porto, através do advogado Gonçalo Malheiro, o clube pediu a proibição imediata de novas revelações de emails ou mensagens, reclamando o pagamento de um milhão de euros por cada incumprimento.

"Confirmo que o Benfica intentou uma providência cautelar, que, agora, segue os trâmites e os prazos legais", disse o diretor de comunicação dos azuis e brancos.

Segundo o JN, a juíza que está a analisar o caso quer ouvir as explicações do FC Porto antes de tomar uma decisão. Para além disso, caso o FC Porto não acate a deliberação, terá de pagar um milhão de euros por cada violação.

Os encarnados acusam o FC Porto de estar a iniciar uma "nova frente de ação que visa interferir com as decisões dos tribunais nos processos em curso".

Edition: