Lucia Topolansky, mulher de Mujica, assumirá vice-presidência do Uruguai

O vice-presidente do Uruguai, Raúl Sendic, apresentou neste sábado sua renúncia "indeclinável" ao cargo que ocupa, após ter seu nome envolvido em um escândalo pelo uso de cartões corporativos oficiais e de um título acadêmico falso.

De acordo com a Constituição do país, quem deveria assumir a vice-presidência seria o senador mais votado na última eleição.

Em junho deste ano o semanário uruguaio "Búsqueda" revelou que Sendic recorreu ao cartão de crédito da Ancap para fazer compras em lojas de roupa e supermercados, tendo também adquirido produtos eletrónicos, jóias e outros bens. Ele renunciou depois de o Tribunal de Conduta do seu partido, o esquerdista Frente Ampla (mesmo do ex-presidente), ter decidido que os atos descritos pelas denúncias não deixam dúvidas de que o agora ex-vice-presidente tenha "atuado de maneira inaceitável no uso de dinheiro público".

O ex-vice-presidente é afilhado político de Mujica.

Foi participando do MLN-Tupamaros que Lucia e Mujica se conheceram. Ambos foram presos na década de 1970. Depois disso, Lucia acabou virando política, tendo passado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado. Como o país não aceita a reeleição, ele está inabilitado para o cargo.

Edition: