Furacão Irma chega na Flórida com força; acompanhe ao vivo

Tinha depois reduzido de intensidade, descendo para a categoria 3, mas voltou à categoria 4 (numa escala de 5) ao aproximar-se da Florida.

Neste momento, os ventos do furacão, que podem chegar a rajadas de 215 quilômetros por hora, não chegaram a Miami.

Durante à tarde, o Irma deve passar perto das ilhas Turcas e Caicos e de Bahamas, e na sexta (8), próxima a Cuba.Nos EUA, o governador da Flórida -em estado de emergência desde segunda (4)-, Rick Scott, disse em coletiva pela manhã que se prepara para uma tempestade "com potencial para devastar" o Estado.

O Presidente dos EUA, Donald Trump, recordou à população norte-americana o "enorme poder destrutivo" do furacão Irma e exortou que evitem a sua trajetória, segundo as instruções das autoridades. Na manhã deste domingo (10), estações de monitoramento do NHC (Centro Nacional de Furacões, em inglês) indicavam a tempestade provocava ventos de 209 km/h. O alerta é, no entanto, de que todo o estado da Flórida sentirá os efeitos do fenômeno. A Florida Power Light, uma das principais do Estado, estima que cerca de 4,1 milhões de clientes possam ficar sem luz devido ao furacão. Ao menos 6,3 milhões de moradores no Estado receberam ordem para deixar suas casas. Na Georgia, o governo determinou que 540 mil pessoas se retirassem da região costeira. Para já, as autoridades abriram centenas de residências de abrigo para as pessoas que preferiram não sair da sua zona de residência. A cidade cubana fica a apenas 485 km de Miami.

Foram confirmadas 22 mortes devido à passagem do furacão Irma pelo Caribe.

Irma, que deixou um rastro de pelo menos 25 mortos e consideráveis danos materiais no Caribe, se encontra a 25 quilômetros ao sudeste de Key West e se desloca a uma velocidade de 13 km/h.

Milhões de pessoas se reuniram em abrigos na Flórida neste domingo uma vez que o furacão Irma, uma das tempestades mais poderosas já registradas no Atlântico, atingiu o Estado com ventos de 210 quilômetros por hora e elevando as águas do mar. Em Porto Rico, um território insular dos EUA, mais de seis mil residentes foram levados para abrigos e grande parte do território está sem eletricidade; pelo menos três pessoas morreram à passagem do Irma nessa ilha, com outras quatro mortes confirmadas nas Ilhas Virgens dos EUA, cujas infraestruturas sofreram danos generalizados.

No Atlântico, o furacão José quase atingiu a categoria 5, com ventos próximo a 250 quilômetros por hora.

Já o furacão Katia, que está sobre o Golfo do México, a 195 km de Tampico e a 200 km de Veracruz, no México, é um fenômeno de categoria 2 e oferece riscos menores, apesar dos ventos de 165 km/h.

Edition: