Gustavo Ferraz também é preso pela Polícia Federal em Salvador

A Prefeitura de Salvador informou que o Superintendente de Defesa Civil do município, Gustavo Ferraz, foi exonerado do cargo, em decorrência da prisão preventiva contra ele, na manhã desta sexta-feira (8). Ferraz foi detido na mesma ação que deteve o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB).

A suspeita é que ele, que já foi assessor do peemedebista, foi responsável por buscar em 2012 valores ilícitos enviados para por um emissário do ex-deputado Eduado Cunha (PMDB).

De acordo com a decisão do juiz federal Vallisney Oliveira, 10ª Vara da Justiça Federal do Distrito federal, foram encontradas digitais de Gustavo Ferraz, além de Geddel, no dinheiro encontrado no apartamento. Gustavo Ferraz, foi candidato a vice-prefeito de Lauro de Freitas, na chapa de Mateus Reis, pelo PSDB. A ação faz parte de mais uma fase da Operação Cui Bono. Anteriormente, ocupava a função de diretor de Habitação da antiga Secretaria Municipal de Infraestrutura e Defesa Civil, agora chamada de Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas.

Edition: