Fogo da Sertã já destruiu casas e armazéns agrícolas

Dois incêndios de grandes dimensões lavram na noite desta sexta-feira no distrito de Castelo Branco, nos concelhos da Sertã e da Covilhã, mobilizando 796 operacionais e 251 meios terrestres, e provocando o corte do Itinerário Complementar 8 (IC).

"O incêndio está muito perto, a cerca de 500 metros, a um quilómetro de entrar no concelho de Mação", ilustrou.

Mais de 100 bombeiros combatem este sábado um incêndio com duas frentes ativas no concelho de Sernancelhe, distrito de Viseu, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Lisboa, 09 set (Lusa) - As estradas EN238 e EN2, que estavam cortadas devido aos dois incêndios ativos nos concelhos da Sertã e da Covilhã, foram reabertas esta madrugada, mas a IC8 e a EN343 continuam interditadas, disse à Lusa fonte da GNR.

Fogo da Sertã continua ativo e a mobilizar quase 800 bombeiros
Mais de 900 bombeiros combatem incêndios em Castelo Branco

Com a queda da temperatura e a redução do vento foi possível "resolver o incêndio na maior parte do seu perímetro", mantendo-se uma parte mais ativa na zona de Várzea de Cavaleiros, afirmou à agência Lusa o oficial de operações Paulo Santos.

Estão "várias equipas de apoio sanitário" no terreno, caso haja necessidade de evacuar aldeias.

O comandante disse ainda que este fogo é "bastante complexo" e "não está a ceder aos meios" de combate, que "não conseguem acompanhar a frente do fogo".

O outro incêndio do distrito de Castelo Branco, que teve origem num reacendimento pelas 15:45 de sexta-feira na Covilhã, está em fase de resolução, mas permanecem no local 300 operacionais, apoiados por 90 viaturas e dois meios aéreos.

Edition: