Jaguar apresenta volante alimentado por IA que equipará carros autônomos

"Todos os novos modelos Jaguar Land Rover serão eléctricos a partir de 2020, dando aos nossos clientes mais opções de escolha", afirmou Ralf Speth, presidente executivo da fabricante de automóveis, citado pelo Guardian. Isto significa que a Jaguar antecipa que daqui a pouco mais de 20 anos as pessoas já não terão carro próprio e que optarão por uma solução "on demand" de acordo com as suas necessidades de mobilidade. A montadora inglesa divulgou hoje o seu novo conceito que se chama Sayer, que não tem portas, pneus, janelas, motor... tem apenas um volante. E há uma data prevista para isso, no caso, o ano de 2040. Umas vez conectado no carro, o volante descarregaria todas as informações e rotas determinadas. Este modelo chega aos 270 km em termos de autonomia, devido à sua bateria de 40 kWh que consegue estar carregada em seis a sete horas.

O futuro da Jaguar na mobilidade será apresentado na Tech Fest, em Londres, a partir de sexta-feira.

O Sayer será equipado com uma inteligência artificial vai poder chamar e ser usado em qualquer veículo que você quiser, seguindo seus planos para o dia.

A montadora diz ainda que volante é uma referência de um dos mais proeminentes designers que já trabalharam na Jaguar no passado: Malcolm Sayer, profissional que atuou como designer da marca entre 1951 e 1970.

Edition: