Grito dos Excluídos convoca população a exigir direitos e democracia

A concentração aconteceu nas proximidades do Forte São Pedro, onde eles aguardavam o final do desfile oficial pelo 7 de Setembro.

Um dos organizadores do movimento, Roberto Efram, disse que, em 2017, o Grito dos Excluídos busca o combate as reformas propostas pelo Governo Federal. O Grito dos Excluídos vai encerrar a participação com um ato público em que serão abordadas as principais pautas levantadas no evento.

A Polícia Militar não soube informar o número de participantes.

"Não estamos vivendo um estado democrático de direito".

A mobilização foi idealizada em 1994 e teve sua primeira edição em 1995: "Diferente de 1994, a situação do desemprego, exclusão social, é muito semelhante, mas agora tem um componente novo que é o ataque aos direitos trabalhistas e previdenciários e o congelamento de recursos nas áreas sociais". "Precisamos de eleições diretas", afirmou o padre José Carlos, que organiza, junto a diversas entidades, o ato.

Edition: