Por conta de lesão, Murray anuncia que deve voltar somente em 2018

Murray terminou o ano passado como número um do mundo, mas acabou por ser ultrapassado pelo espanhol Rafael Nadal em agosto de 2017, numa época em que a lesão na anca tem afetado o seu rendimento. Com isso, ele se junta a Stan Wawrinka (4º), Novak Djokovic (5º) e Kei Nishikori (10º).

"Infelizmente, não poderei competir nos próximos torneios de Pequim e Shangai. Depois de ter consultado variados especialistas de topo nas últimas semanas, decidi, juntamente com a minha equipa, que esta é a melhor decisão para o meu futuro a longo prazo", justificou. Há dois meses, inclusive, cogitou operar o quadril, mas a opção não foi concretizada.

A lesão impediu Murray de participar do US Open, sendo que ele não entra em quadra desde a eliminação nas quartas de final de Wimbledon, em julho. Apesar disso, é bem provável que ele só volte mesmo no torneio de Brisbane, no início de 2018, em preparação para o Aberto da Austrália.

Edition: