Lula, Dilma e mais 6 do PT denunciados ao STF — Organização criminosa

Na denúncia, a PGR diz que a suposta organização criminosa do PT é "o segmento da organização é parte de uma organização criminosa única, que congrega, pelo menos, os partidos PT, PMDB e PP, bem como núcleos diversos (econômico, administrativo e financeiro)".

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou nesta terça-feira ao Supremo Tribunal Federal os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff por organização criminosa.

Segundo a denuncia feita por Rodrigo Janot [VIDEO], os acusados integraram uma organização criminosa entre 2002 e 2016, período que coincide com os mandatos de Dilma e Lula.

Janot diz que Lula idealizou a organização criminosa e pede que a pena do ex-presidente seja aumentada porque ele exerceu papel de liderança.

Em seguida, acrescentou: "Durante sua gestão junto à Presidência da República deu seguimento a todas as tratativas ilícitas iniciadas no governo Lula, com destaque para a atuação direta que teve nas negociações junto ao grupo Odebrecht".

"Além disso, por intermédio da negociação espúria de cargos públicos, os ora denunciados concorreram para que os demais integrantes do núcleo político da organização criminosa que pertenciam ao PP, ao PMDB do Senado Federal e ao PMDB da Câmara recebessem, pelo menos, de vantagens indevidas, respectivamente, R$ 390.800.000,00, R$ 864.526.518,644 e R$ 350.000.000,00", afirmou Janot.

Esta é a segunda acusação apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra políticos no campo de investigação conhecido como "quadrilhão" - que estabeleceu a organização entre políticos e operadores para trabalhar na empresa petrolífera.

Em resposta à denuncia, os acusados Lula e Geisi Hoffman, disseram ser algo "sem fundamento algum", e que se trata apenas de uma perseguição e criminalização ao Partido dos Trabalhadores.

O advogado Luiz Flávio Borges D'Urso, defensor da Vaccari, informou em uma nota que a denúncia de Janot "é totalmente infundada, porque o Sr. Foi anunciada hoje para tentar criar um fato negativo no dia em que Lula conclui sua vitoriosa jornada pelo Nordeste".

Já a assessoria de comunicação de Dilma Rousseff destacou, também através de um comunicado, que as acusações da PGR foram formuladas "sem apresentar provas ou indícios da materialidade de crime", alegando ainda que "o chefe do Ministério Público Federal oferece denúncia ao Supremo Tribunal Federal sem qualquer fundamento".

Depois de vermos malas e mais malas lotadas de dinheiro, transitando nas mãos de Loures, com monitoração da PF, cujo destinatário seria Aécio Neves (PSDB), e este continua livre e solto, e agora as malas e caixas de dinheiro no depósito (um dos) atribuído a Geddel, e esse com tornozeleira eletrônica, gozando a vida em seu suntuoso apartamento, chega-se à conclusão (para quem ainda não tinha esse entendimento), que tudo faz parte de uma grande armação, para entregar os bens do país, lascar com o trabalhador brasileiro e beneficiar os ricos.

Paulo Bernardo - A defesa do ex-ministro Paulo Bernardo afrimou que não teve conhecimento da denúncia e nem da existência de inquérito policial para apurar essas possíveis condutas.

Edition: