Nova imagem revela possível Xiaomi Mi A1

E agora foi a vez do Xiaomi Mi A1 passar pela plataforma de benchmark, Geekbench. O corpo é todo feito em metal, o que lhe confere mais arrojo e resistência.

Na parte de trás, há um conjunto de câmeras duplas que a empresa admite ser "similar à configuração do iPhone 7 Plus".

O smartphone Mi A1 possui tela Full-HD de 5,5 polegadas, processador Snapdragon 625, 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento. Algo interessante é que, apesar da sua finura, o smartphone é envolto em duas folhas de grafite pirolítico que servem para mantê-lo até 2º C mais frio.

Voltando a falar do software, a Xiaomi garantiu que o Mi A1 receberá o Android Oreo até o fim deste ano e que ele será um dos primeiros a receber, em 2018, o Android P - que já está em desenvolvimento pela Google, mas sem qualquer detalhe adicional revelado. Ainda não foi confirmado oficialmente o seu nome, mas parece ter ganho a sigla A1, do seu nome Android One.

Ao observarmos a imagem fica nítido que o celular não está usando uma versão totalmente pura do Android, isso fica claro quando olhamos a status bar e os ícones dos aplicativos que lembram bastante os da MIUI, além do relógio posicionado do lado contrário do display, esses são "sintomas tradicionais" da instalação de um launcher.

Tudo isso sairá por Rs 15.000, o equivalente a R$ 735, em conversão direta, mas o Mi A1 terá uma distribuição limitada. Ele começa a ser vendido na Índia em 12 de setembro e estará disponível em mais de 30 países futuramente, mas não em locais como Brasil, Estados Unidos e os mercados europeus e asiáticos mais ricos.

Edition: