Fez minuto de silêncio sozinho para contornar "nega" da organização

Um nadador espanhol de seu nome Fernando Álvarez pediu à organização de uma competição internacional de natação para se guardar um minuto de silêncio em memória das vítimas do atentado a Barcelona.

O caso aconteceu no último sábado (19) durante o Mundial Masters de Budapeste, conhecida competição de veteranos na natação.

Enquanto todos os outros estavam já na água a competir pelo ouro, Fernando Álvarez nem chegou a mergulhar.

"Não se pode perder nem um minuto", foi a resposta que o nadador contou ter ouvido. Resolveu então fazer a homenagem sozinho. "Só saltei para a água um minuto depois do tiro de partida".

"Já tinha competido nos 100 metros, e na sexta-feira enviei um email à presidente da competição, que tinha porque me tinham enviado um email a convidar-me para a festa do campeonato no domingo", explicou.

- Me disseram que não era possível ser feito o minuto de silêncio.

"Fiquei parado, como na tropa, quando dizem 'firme'. Estava a senti-lo mais do que se ganhasse todos os ouros do mundo", afirmou Álvarez ao jornal Observador.

Edition: