Exército dos EUA mata chefe do Estado Islâmico no Afeganistão

Um dos membros do alto escalão do grupo jihadista Estado Islâmico no Afeganistão e outros chefes locais morreram na quinta-feira, 10, em um ataque aéreo do exército dos Estados Unidos. A informação foi divulgada neste domingo, 13, pelo general John Nicholson, comandante das forças do país no local.

Morreu no ataque Abdul Rahman, chefe do EI-Khorasan, nome do grupo extremista no Afeganistão, na província de Kunar (nordeste), relatou Nicholson, acrescentando que outros três líderes do grupo foram abatidos na ação. A ofensiva aconteceu no distrito de Darah-Ye Pach.

No último dia 11 de julho, a Força Aérea norte-americana atacou o quartel do EI-Khorasan na mesma região, e matou o então chefe do grupo, Abu Sayed.

Edition: