Ex-senador boliviano asilado no Brasil é hospitalizado após acidente de avião

Bombeiros/DivulgaçãoEquipes do Corpo de Bombeiros Militares de Luziânia foram acionados na tarde deste sábado (12) para resgatar uma vítima de acidente aeronáutico. O ex-senador sofreu traumatismo craniano, parada cardiorrespiratória e outras fraturas. Ele foi transportado de helicóptero para o Hospital de Base de Brasília. Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu na cabeceira da pista, logo após a decolagem, e não houve explosão após a batida com o solo.

A Força Aérea Brasileira disse que uma equipe do Serviço de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) foi deslocada ao local para fazer a coleta de dados para a investigação, que irá explicar a queda do avião.

A história do político ficou conhecida em 2013, quando ele buscou asilo político alegando perseguição política do então presidente Evo Morales.

Roger Pinto refugiou-se na embaixada brasileira em La Paz no dia 28 de maio de 2012.

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou, no início da manhã deste domingo (13/8), que o ex-senador boliviano Roger Pinto Molina segue instável, em estado grave, mas sem indicação de cirurgia até às 8h45. Em 8 de junho do mesmo ano, o Brasil concedeu asilo ao senador. Mesmo sem o salvo conduto em território boliviano, conseguiu entrar no Brasil com a ajuda de 1 diplomata e de 2 fuzileiros navais brasileiros.

Na Bolívia, Roger Pinto foi condenado no mês de junho a um ano de prisão por "abandono do dever" e por "dano econômico ao Estado".

Edition: