O Bons Sons está de volta à aldeia de Cem Soldos [Passatempo]

Que um festival que aposta exclusivamente na música nacional, como o Bons Sons, consiga manter cartazes de luxo sem repetir nomes da edição anterior mostra bem a qualidade e diversidade que existe hoje na música portuguesa.

Ana Jezabel e António Torres, na sexta-feira, dia 11, protagonizam o primeiro dos três momentos de dança, no festival, a que se seguirão, no sábado, 12, Lander & Jonas e, no domingo, dia 13, Carlota Lagido.

No cinema, haverá uma parceria com o programa Curtas em Flagrante, que inclui a apresentação de oito curtas-metragens, divididas em duas sessões.

A 'curta' "Speed Dating", com alguns minutos de duração, idealizada e produzida por Pedro Caldeira e Paulo Graça, em apenas 77 horas, fecha a sessão mostrando as aventuras e desventuras de Alex à procura da sua alma gémea.

Outra Maria protagonizará de seguida "Quartos em Lisboa", de Francisco Carvalho, também do Brasil, tal como "Fronteira Invisível", produção de Nico Muzi e Nicolás Richat, que se debruça sobre a corrida ao óleo de palma, que devastou territórios. Pode ainda refrescar-se no rio ou numa das praias fluviais da zona.

O Festival Bons Sons que começa dia 11 de Agosto e termina a 14 na aldeia de Cem Soldos, concelho de Tomar envolve comunidade e visitantes numa relação de afectos que enche de orgulho quem mora na aldeia e participa na logística do festival.

Os passes de quatro dias estão à venda 40€, e a entrada é livre para as crianças até aos 11 anos (inclusivé).

Edition: