Morre ex-marido de Dilma Rousseff

O ex-marido de Dilma Rousseff, o advogado e ex-deputado estadual Carlos Franklin Paixão de Araújo morreu aos 79 anos, na madrugada deste sábado, no Complexo da Santa Casa, em Porto Alegre. O ex-#Marido de Dilma precisou ser internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no mês passado e seu estado se complicou.

Na carreira política, era ligado a Leonel Brizola e foi um dos fundadores do PDT, partido pelo qual se elegeu deputado estadual por três vezes e chegou a disputar a Prefeitura de Porto Alegre, em 1988 -na época, perdeu a eleição para Olívio Dutra, que inaugurou a série de quatro gestões seguidas na cidade sob comando do PT. Em 1976 nasceu a única filha do casal, Ana Paula, que lhes deu dois netos, Guilherme e Gabriel. As visitas foram quase todas proibidas na Santa Casa de Porto Alegre, aonde vinha sendo feito o tratamento contra uma cirrose medicamentosa. Na última noite, o quadro evoluiu para uma infecção generalizada e ainda apresentou insuficiência respiratória.

Durante muitos anos, Carlos Araújo teve diversos problemas respiratórios devido a um enfisema pulmonar, resultado dos muitos anos de tabagismo.

A informação sobre a morte do ex-deputado foi dada no início da manhã deste sábado, mas a causa não foi divulgada.

Araújo se destacava pelo espírito democrático, se relacionando de forma fraternal e sempre respeitando posições diversas.

Carlos Araújo deixa um legado à democracia que permanecerá na memória dos gaúchos. "O governo se solidariza com a família e amigos neste momento de tristeza".

Edition: