EUA mantêm pressão para que sanções contra Coreia do Norte tenham efeito

Assim, os diplomatas concordaram que o programa nuclear e balístico da Coreia do Norte é uma ameaça não só regional, como internacional.

Ele também disse que o Japão está preocupado com a construção pela China do que chamou de "postos avançados em larga escala" no Mar da China Meridional.

O acordo inclui o desarmamento nuclear da península coreana de forma pacífica e que os Estados Unidos e a Coreia do Norte respeitam a soberania um do outro e coexistam pacificamente.

O Conselho de Segurança da ONU aprovou por unidade uma resolução que reduz até mil milhões de dólares [849 milhões de euros] por ano os rendimentos obtidos pelo regime de Pyongyang com as exportações.

A China, principal aliado da Coreia do Norte e maior parceiro comercial, também votou a favor da medida.

A Coreia do Norte disse que está "examinando cuidadosamente" a posibilidade de lançar um ataque contra aa ilha de Guam, no oceano Pacífico, pertencente aos Estados Unidos, informou a agência de notícias estatal nortecoreana KCNA. Elas não incluem, contudo, a venda de produtos petrolíferos da Coreia do Norte.

O projeto também proíbe Pyongyang de enviar trabalhadores ao estrangeiro e qualquer nova associação de empresas e investidores nas atuais companhias binacionais.

Entre as novas medidas vinculadas ao setor financeiro, o Banco de Comércio Exterior da Coreia do Norte, encarregado das operações em divisas estrangeiras, foi incluído em uma lista negra de entidades cujos ativos foram congelados desde a primeira série de sanções. "É o único país com influência sobre a Coreia do Norte", declarou a política.

"Devemos fazer tudo o que pudermos para exercer pressão sobre esse regime, fazer pressão sobre Kim Jong-un e aqueles que o rodeiam, para que eles cheguem à conclusão de que é do seu interesse desnuclearizar", dissera antes H.R. McMaster, conselheiro para a Segurança Nacional do Presidente norte-americano, Donald Trump.

A nova ministra sul-coreana de Relações Exteriores estendeu a mão a Pyongyang neste sábado, se declarando disposta a encontrar seu homólogo do norte.

Edition: