Barça decide pagar multa rescisória e fica perto de Paulinho — Jornal

O clube espanhol decidiu pagar a multa rescisória de € 40 milhões (quase R$ 150 milhões) para tirar o brasileiro do Guangzhou Evergrande, da China.

Paulinho era desejo do Barça desde julho, quando o Barcelona teve uma proposta de 18,6 milhões de euros (R$ 70,2 milhões) recusada prontamente pela diretoria do time chinês, que considerou o valor muito abaixo do que o jogador realmente vale. Além de pedido ao clube, o jogador fechará com os espanhóis por um valor ainda menor do que aquele que ganhava na China.

Parceiro da dupla, o agente Sam Kahonsal esteve recentemente na China em reunião com Paulinho fechando contrato enquanto outra frente viajou até Barcelona para definir os demais detalhes. O Barça acredita que o Guangzhou aceitará o negócio.

Com dificuldade de assinar com Philippe Coutinho e o francês Dembélé, devido as negativas de Liverpool e Borussia Dortmund, os catalães resolveram acertar logo a contratação de Paulinho para reforçar o seu meio de campo.

Aos 29 anos, o meio-campista é um dos principais jogadores do Guangzhou Evergrande, time comandado por Luiz Felipe Scolari. Ele também é um dos homens de confiança do técnico Tite na seleção brasileira, e foi titular durante os últimos jogos das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

Edition: