Fiocruz descobre zika vírus na saliva do pernilongo comum

O mosquito comum (Culex) também pode transmitir o vírus Zika, algo que era atribuído exclusivamente ao Aedes aegypti, responsável pela propagação do dengue e do chicungunha, apontou um estudo divulgado hoje por pesquisadores brasileiros da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), considerado maior centro de estudos médicos da América Latina e vinculado ao Ministério da Saúde. Com o sequenciamento, foi descoberto que o micro-organismo consegue alcançar a glândula salivar do animal, o que indicaria, segundo a instituição, que o pernilongo comum pode, sim, ser um dos transmissores da doença.

Os mosquitos do gênero Culex foram colhidos na região metropolitana de Recife (PE), já infectados. A equipe do Departamento de Entomologia da instituição conseguiu, então, comprovar em laboratório que o vírus consegue se replicar dentro do pernilongo e chegar até a glândula salivar. Agora, a diferença foi que o vírus sequenciado foi obtido do mosquito coletados em Pernambuco. Assim, o pernilongo pode transmitir o zika.

Os resultados da investigação foram divulgados na última edição da revista científica "Emerging microbês & infections", vinculada ao grupo Nature. Também pela primeira vez foi registrada em fotografia microscopia eletrônica, a formação de partículas virais do zika na glândula do inseto. Os cientistas agora analisar "todas as características fisiológicas e comportamentais do mosquito, em seu ambiente natural, para entender seu papel e importância na transmissão do vírus Zika", de acordo com o banco disse em um comunicado.

O genoma do vírus que provoca a microcefalia em bebês durante a gestação já havia sido sequenciado em 2016 pelo departamento de Virologia e Terapia Experimental da Fiocruz Pernambuco, em parceria com pesquisadores da Universidade de Glasgow, da Escócia, mas, na ocasião, foi usada uma amostra humana. Agora, o instituto pretende aprofundar as pesquisas sobre a relevância dessa espécie de mosquito como transmissor do zika. Tal sequenciação é como um mapa para cada gene compreende o ADN do vírus, e pela primeira vez, é de mosquito.

Edition: