Andy Murray vai perder (mesmo!) a liderança do ranking mundial — Oficial

Refira-se que Murray foi finalista vencido em Cincinnati no ano passado, pelo que tinha 600 pontos a defender. "Espero voltar no próximo ano", afirmou o jogador de 30 anos, que está tentando superar uma lesão no quadril. "Continuo trabalhando duro na quadra, com o objetivo de estar em Nova Iorque", acrescentou.

Murray, líder da hierarquia ATP, não joga desde a derrota com Sam Querrey nos quartos de final de Wimbledon, a 12 de julho.

Andy Murray, atual número 1 do mundo, anunciou que não irá participar do Masters 1000 de Cincinnati. Já Federer, o terceiro colocado, possui 6.545 e nesta quarta-feira estreou no Masters 1000 de Montreal arrasando o canadense Peter Polansky por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/1. Para garantir seu retorno ao topo, basta ao espanhol alcançar as semifinais do torneio em Montreal.

Edition: