Coreia do Norte liberta pastor canadense condenado à prisão perpétua

A Coreia do Norte anunciou esta quarta-feira a libertação de um preso político canadiano "por razões humanitárias", de acordo com a agência estatal KCNA. Não há ligação direta da ação norte-coreana com a tensão entre o país asiático e os Estados Unidos.

Lim, de 62 anos, foi detido na Coreia do Norte em 2015 e recebeu pena de prisão perpétua em dezembro daquele ano por "atos hostis" contra o Estado norte-coreano.

"Rim Hyon Su, um cidadão canadense, foi libertado porque está doente, de acordo com a decisão da Corte Central da Coreia do Norte, no dia 9 de agosto de 2017, pelo ponto de vista humanitário", disse a KCNA.

Dois meses atrás, Pyongyang libertou Otto Warmbier, um ex-universitário americano que pegou uma dura pena e foi sentenciado a trabalhos forçados no país por roubar propaganda de um hotel.

Edition: