Morre George Romero, diretor de "A noite dos mortos vivos"

Ele sofria de um câncer de pulmão. A produção rodada em Pittsburgh custou apenas US$ 114 mil e faturou US$ 30 milhões, tornando-se um cult.

"Eu fiz Terra dos Mortos (2005), que foi o maior filme de zumbi que já fiz".

Ficou conhecido como o "pai" dos filmes de zombies, trazendo este género para a cultura de massas e inspirando outros realizadores, como John Carpenter e Tobe Hooper.

Desde a sua estreia, o filme tem sido aplaudido tanto pelos seus méritos técnicos, como pela vincada extrapolação dos medos - a Guerra do Vietname, as perseguições de cidadãos americanos ligados ao Partido Comunista, a segregação racial - que dominavam a sociedade norte-americana daquela era. Ele dizia que seus filmes sempre usavam os zumbies para fazer algum tipo de sátira ou crítica social.

Romero escreveu, ao lado de John A. Russo, e dirigiu clássicos como "O Despertar dos Mortos" (1978) e "Dia dos Mortos" (1985).

Recentemente, ele chegou a ser anunciado como diretor de um dos filmes da franquia "Resident Evil", mas se desligou do projeto por diferenças criativas.

De acordo com as informações divulgadas pelo agente, Romero morreu em Nova Iorque, na companhia da família. Nascido em Nova Iorque, descendente de imigrantes cubanos e lituanos, Romero começou a sua carreira cinematográfica como realizador de curtas-metragens e filmes publicitários.

Edition: