Com ânimos distintos, Bahia recebe o Avaí pelo Brasileirão

Jean; Eduardo, Éder, Lucas Fonseca, Matheus Reis; Renê Júnior, Matheus Sales, Mendoza, Allione, Régis; Rodrigão. A equipe soma 15 pontos e ainda luta para se distanciar da zona de rebaixamento, um objetivo que pode ser facilitado se conquistar o segundo triunfo consecutivo.

Eduardo Tomaz apita o jogo, auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva e Cristhian Passos Sorence, todos de Goiás. O Bahia entra em campo quarenta e cinco minutos depois, contra o Atlético-MG, no Independência.

Mesmo tendo mais posse de bola desde o início da partida, o Bahia não assustou o Avaí durante boa parte do primeiro tempo. Éder escorregou e Joel subiu livre, mas cabeceou para fora.

A primeira chance do Bahia veio aos 30.

Na próxima rodada, será a vez do Bahia jogar fora de casa. O atleta está relacionado, mas há a possibilidade de João Paulo Queiroz iniciar o jogo.

No minuto seguinte, o Avaí empatou em cobrança de escanteio.

Sempre cercando a área avaiana, o Bahia foi recompensado aos 29. O Bahia abriu o placar aos 29min, com Renê Junior, que tabelou com Vinícius entre a zaga, dominou com a cabeça e tocou na saída do goleiro Douglas. É um estádio que a torcida gosta e nós gostamos de jogar. Na reta final do jogo, foram poucas as oportunidades de ambos os lados e o jogo terminou em 1 a 1. Ferrareis fez a jogada pela esquerda e, sem ângulo, mandou no poste do outro lado do gol defendido por Douglas. Júnior Dutra acertou uma bicicleta na pequena área, mas a finalização saiu fraca e Romulo ainda tocou antes de a bola cruzar a linha de gol.

Edition: