Gênio da matématica iraniana Maryam Mirzakhani morre aos 40 anos

Maryam Mirzakhani, uma matemática de origem iraniana que foi a primeira mulher a ganhar a Fields Medal, morreu aos 40 anos em um hospital americano, em função de um câncer. Ela lutava contra a doença há quatro anos.

O ex-diretor de Exploração de Sistemas Solares da Nasa e amigo de Mirzakhani, Firouz Naderi, anunciou sua morte no Instagram, e seus familiares confirmaram o falecimento à agência Mehr, no Irã. Na adolescência, começou a participar de olimpíadas de matemática e venceu duas medalhas de ouro.

"Uma luz foi apagada hoje".

Ela era professora da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.

"Um génio? Sim, mas também uma filha, uma mãe e uma esposa", prosseguiu o cientista, que colocou uma fotografia a preto e branco de Maryam Mirzakhani.

Maryam sempre teve um interesse excepcional pelos números: com licenciatura em Matemática na Universidade de Sharif, em Teerã, ela fez mestrado e doutorado em Harvard, nos EUA.

Em 2014, Mirzakhani ganhou a Fields Medal, equivalente ao Nobel da Matemática, entregue pelo Congresso Internacional de Matemáticos.

- Eu espero que esse prêmio inspire muitas outras garotas e jovens mulheres, nesse país e em todo o mundo, a acreditarem em suas habilidades e desejarem a Medalha Fields no futuro - disse à época Dame Frances Kirwan, membro do comitê da Medalha Fields.

Edition: