Madonna inaugura ala pediátrica em hospital no Malawi com os filhos

Acompanhada de todos os seus quatro filhos adotados no Malauí, a cantora Madonna, 58 anos, está visitando o país novamente. "Eu conheci Mercy depois do meu filho David, eles estavam vivendo em orfanatos diferentes". A Mercy sofria de malária e o David de pneumonia. "E prometi-lhes que iam ser adultos fortes e saudáveis", disse ao público presente. "Deram-me permissão para adotar o David primeiro. Algum tempo depois, pedi autorização para adotar a Mercy mas, desta vez, a juíza disse não". No início do ano, a artista americana adotou duas gêmeas de quatro anos, Esther e Stella, de um orfanato de Mchinji, no centro-leste do país, perto da fronteira com Zâmbia. A pequena Mercy James foi colocada no orfanato após a morte de sua mãe. Mas eu também tenho compaixão e tenho inteligência. "Eu contratei um time de advogados, levei meu caso para a justiça e não foi uma batalha fácil", revelou Madonna durante o discurso.

Ela continuou afirmando que as leis do Malawi não são reformadas desde os anos 1940. "Portanto o meu argumento foi que as mulheres criam filhos há séculos sozinhas, para não mencionar o facto de me estar a sair muito bem a criar os meus três filhos".

"Eu nunca desisti. Nunca recuei". Eu acredito que quando você quer algo na vida, com vontade, o universo irá ajudá-lo a conseguir isso. "Mas se você perseverar, vai conseguir", afirmou a cantora. Eu lutei pela Mercy e ganhei. Não foi fácil. E com sangue, suor e lágrimas de muitas pessoas, nós lutamos por esse hospital e ganhamos. Portanto estou aqui para dizer: nunca desistam dos vossos sonhos. E, finalmente: "o amor conquista tudo".

Edition: