Embarcação que levava 150 turistas naufraga na Colômbia

Um barco com cerca de 150 pessoas a bordo, na sua maioria turistas, naufragou no lago El Penol, em Guatapé, um local turístico no noroeste da Colômbia a 45 quilómetros da cidade de Medellin. Pelo menos nove pessoas morreram, outras 25 feridas e um número indeterminado ainda estaria desaparecido.

Logo após o naufrágio, a Força Aérea colombiana destacou um helicóptero para o local, com vista a resgatar os naufragos.

O Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, já veio anunciar que as medidas de emergência estão em curso e toda a assistência necessária está a ser prestada.

"Nossas aeronaves e tripulações estão prontas e preparadas para retirarem as pessoas que estiverem em estado mais grave e necessitem de atendimento imediato", disse a Força Aérea em nota. O barco que naufragou chamava-se "Almirante", tinha quatro andares.

O capitão informou que as causas do naufrágio ainda são desconhecidas. "O que vimos nos vídeos é que o barco estava muito perto do porto, muito perto do cais (.) e não sabemos se o naufrágio ocorreu por uma falha mecânica, por superlotação ou uma questão de correntes".

Nas redes sociais circulam já imagens do momento em que o naufrágio teve luga. Dezenas de embarcações aparecem aproximando-se do local para resgatar os ocupantes. "Até o momento já temos, oficialmente, nove pessoas que foram encontradas mortas", afirmou Margarita Moncada, diretora do Departamento Administrativo do Sistema de Prevenção, Atenção e Recuperação de Desasters (Dapard) do governo da Antioquia. Neste fim de semana, um feriado prolongado na Colômbia, essa região do país é uma das mais visitadas por turistas nacionais e estrangeiros.

Edition: