Morre segunda jornalista francesa ferida em explosão no Iraque

Paris, 24 jun (Lusa) - A jornalista francesa Véronique Robert, que tinha sido repatriada para Paris em estado grave depois de ferimentos em Mossul, no Iraque, por uma mina que matou dois dos seus camaradas de trabalho, morreu, anunciou hoje a "France Télévisions".

Após passar por cirurgia em Bagdá, a jornalista foi levada para a França e internada em um hospital próximo a Paris.

Seus companheiros de trabalho, o francês Stéphan Villeneuve e o curdo-iraquiano Bakhtiyar Haddad, também morreram na explosão da mina na última segunda-feira (19).

Véronique Robert, 54 anos, estava no Iraque preparando uma reportagem para o programa "Enviado Especial" do canal público.

Véronique Robert cobriu diversos cenários de conflitos no Médio Oriente, em particular no Iraque.

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Edition: