Temer chega à Noruega para buscar investimentos e discutir questão ambiental

O foco da viagem à Escandinávia será a agenda ambiental, cujo Brasil tem na Noruega um dos principais parceiros. Temer irá direto para o Hotel Holmenkollen Park, que fica a cerca de 10 km do centro de Oslo, e logo se destinará a um encontro com investidores noruegueses, previsto para 10h (horário de Brasília). Antes da viagem internacional, Temer vetou dois projetos de lei que teriam tal fim, mas há ainda outras medidas tramitando no mesmo sentido na Câmara dos Deputados.

"Eu venho para lhes trazer uma mensagem de confiança".

"O Brasil, digo sem medo de errar, está deixando para trás uma severa crise de sua historia", afirmou o presidente a representantes de empresas como a estatal petroleira Statoil, na sede da Associação de Armadores. "Temos levando adiante reformas que não se viam há muito tempo no país". "O país continuará a avançar com as reformas trabalhista e previdenciária", acrescentou. "Estou certo e esperançoso que mais investimentos virão, não apenas em energia". "Vamos aprovar a Reforma da Previdência porque é nítida a compreensão da nova dinâmica demográfica", disse.

Há uma expectativa de que o presidente da República seja cobrado por autoridades da Noruega em razão da condução da política ambiental no Brasil, em especial à escalada do desmatamento na região amazônica. Nesta semana, membros do Governo do país europeu declararam publicamente que têm grande preocupação com propostas que podem reduzir a proteção de unidades de conservação na Amazónia. A Noruega é o principal país financiador do Fundo Amazônia, com repasses de R$ 2,8 bilhões.

A Noruega é a segunda e última escala do presidente na viagem que realiza esta semana por países europeus numa visita diplomática e com o objetivo de atrair novos investimentos estrangeiros. Na sexta-feira (23/6), Temer reúne-se com o Rei Harald V, com a primeira-ministra, Erna Solberg, e com o presidente do Parlamento, Olemic Thommessen.

Segundo a agenda oficial, Temer deve embarcar de volta ao Brasil às 16h30 no horário local (10h30 em Brasília). A comitiva deve chegar à base aérea de Brasília no final da noite de sexta.

O presidente do Brasil enfrenta protestos sobre a destruição da floresta tropical e dos direitos indígenas durante sua visita à Noruega Durante o mandato do atual presidente o desmatamento da maior floresta tropical do mundo aumentou aproximadamente 30%.

Outro dos temas que Temer tratará nas suas discussões em Oslo será o acordo comercial que o Mercosul (bloco que o Brasil compartilha com Argentina, Paraguai e Uruguai e do qual a Venezuela está suspensa) negocia com a Associação Europeia de Livre Comércio (EFTA, integrada pela Noruega, Islândia, Liechtenstein e Suíça).

Edition: