FBI: ataque a policial no aeroporto de Michigan foi 'ato terrorista'

O ataque à faca contra um policial fez com que o aeroporto international de Flint, em Michigan, nos Estados Unidos, fosse fechado e esvaziado nesta quarta-feira (21), disseram as autoridades, que acrescentaram que nenhum passageiro ficou ferido no incidente.

A NBC, citando funcionários da polícia, informou que o agressor seria de Quebec e teria um passaporte canadense.

O suspeito foi levado sob custódia após o ataque registrado no Aeroporto Internacional de Flint, Michigan, segundo a direção postou no Facebook.

Todos os passageiros estão em segurança, disse o aeroporto em um comunicado breve em sua página de Facebook.

A NBC News informou que o suspeito esfaqueou o policial diversas vezes aos gritos de "Allahu Akbar" (Alá é grande) e que o incidente está sendo considerado um possível ato terrorista.

O presidente americano, Donald Trump, foi informado a respeito do episódio. O FBI afirmou que investiga o caso como terrorismo. O canadense foi acusado de cometer um ato de violência num aeroporto internacional.

O agressor chegou pela manhã ao aeroporto, onde perambulou durante certo tempo, indo do restaurante para os banheiros, revelou Gelios.

O tenente Jeff Neville foi atacado dentro do principal terminal do aeroporto, pouco antes das 10h (11h em Brasília).

Na residência de Ftouhi em Montreal, um prédio de quatro andares localizado no bairro de Rosemont, a polícia realizou uma batida e deteve três mulheres.

Edition: