Santos enfrenta o Atlético-PR, na estréia de Levir Culpi no comando

A situação do Atlético-PR no início do Brasileirão é dramática.

A partida entre Atlético-PR x Santos terá transmissão ao vivo pela TV nos canais Premiere e Sportv, disponível para assinantes de TV a cabo. Mesmo diante de um adversário que também atravessa uma fase complicada, o lateral-direito Jonathan pede tranquilidade para, enfim, vencer a primeira no Brasileirão.

"Você repetir a equipe dentro do Campeonato Brasileiro, nesta correria que é, é difícil, mas você repetir uma espinha dorsal é importante. Hoje conseguimos colocar em campo a equipe considerada ideal", acrescentou Baptista. Agora é buscar a vitória. "Precisa vencer e, a hora que a vitória chegar, as coisas andam bem", destacou o treinador. O zagueiro Thiago Heleno, poupado no último jogo, e o volante Matheus Rossetto, que ficou na reserva, devem retornar à equipe. Na frente, Grafite e Eduardo da Silva disputam posição.

No gol, Santos continua sendo o titular, pois Weverton continua a serviço da seleção Brasileira. O goleiro atuou nove vezes com a camisa do Atlético-PR na temporada.

Os problemas de lesão tiraram os três meias armadores do Atlético desse jogo. Carlos Alberto está recuperado, mas ainda precisará estar 100% fisicamente para ser relacionado.

Sem Vecchio, o técnico interino Elano deve deslocar o meia-atacante Vitor Bueno para a armação das jogadas do Santos, abrindo espaço para o colombiano Copete ganhar uma oportunidade entre os titulares do setor ofensivo santista. Vitor Bueno deve ser o responsável pela criação de jogadas.

Já o lateral Matheus Ribeiro entrou mal contra o Botafogo e deve perder o posto para Jean Mota.

Sem poder contar com o meia, o técnico interino Elano deve optar pela entrada de Jonathan Copete no time titular para jogar no ataque ao lado de Bruno Henrique e Kayke. O time da Vila também deverá contar com Vecchio como opção no banco de reservas. Sei do meu trabalho e sei que sempre fui profissional.

Elando deverá mandar a campo a seguinte equipe: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Renato, Thiago Maia e Vitor Bueno; Bruno Henrique, Copete e Kayke. Arbitragem de Marcelo de Lima Henrique.

Edition: