Raikkonen minimiza rivalidade interna com Vettel na Ferrari

Na vice-liderança do Mundial, Hamilton amargou uma sétima posição no GP de Mônaco, a última etapa do campeonato, na qual Vettel disparou na ponta ao vencer a prova.

O piloto da Mercedes se emocionou. Coube a outro finlandês, Valtteri Bottas, da equipe alemã, ser o quarto, após marcar 1min13s310.

Já o brasileiro Felipe Massa conseguiu uma razoável oitava posição com a sua Williams ao percorrer a melhor das 31 voltas que deu na manhã desta sexta com o tempo de 1min15s106. A Red Bull de Max Verstappen apareceu na quinta posição e encerrou a sequência de pilotos que conseguiram andar abaixo de 1min14s, ao marcar 1min13s388. Com o tempo de 1min14s063, ele superou em mais de um segundo o tempo da manhã, que havia sido de 1min15s106. O espanhol demorou para entrar na pista, porque esperava sua equipe, a McLaren, consertar o sistema hidráulico de seu carro - problema que o tirou do treino pela manhã. Ele foi apenas o 15.º, com 1min15s072.

O líder do campeonato da Fórmula 1, Sebastian Vettel, da Ferrari e que está à frente de Hamilton por 25 pontos após seis corridas, conquistou o segundo lugar na corrida de domingo. No fim das contas, a sessão desta tarde foi protagonizada pelos dois, enquanto Valtteri Bottas ficou em terceiro lugar, com Kimi Räikkönen logo atrás. O inglês afirmou que, em termos de chances para o Grande Prêmio do canadá, hoje, com largada marcada para às 15h.

O alemão reconhece que o bom desempenho do seu carro o deixa com ótimas perspectivas para o GP da Canadá, mas repetiu que é preciso seguir trabalhando duro para dar continuidade ao sucesso obtido até aqui.

A Pista A pista do Circuito Gilles Villeneuve, na ilha de Notre Dame, na cidade de Montreal, Canadá, é palco do GP do Canadá desde 1978, quando substituiu o circuito de Mosport (que representou o GP do Canadá desde 1967).

Edition: