Jair Ventura elogia Coritiba e lamenta desfalques no Botafogo

Esse é o diagnóstico após o time paranaense superar a ausência de Matheus Galdezani, seu principal destaque, garantir empate em 2 a 2 com o Botafogo na manhã deste domingo, no Engenhão, depois de ficar na frente duas vezes e igualar o Corinthians na liderança. A boa notícia fica por conta do retorno do goleiro Gatito Fernández, que estava servindo à seleção paraguaia em amistosos internacionais e reaparece na vaga de Helton Leite, que falhou contra o Peixe.

Vindo de uma excelente vitória dentro de casa contra o Palmeiras, o Coritiba vai até o Rio de Janeiro para enfrentar o Botafogo, que vem de uma derrota para o Santos fora de casa. O lateral cruzou, João Paulo desviou de cabeça e Roger se antecipou à defesa adversária, na pequena área, para completar para o gol e empatar a partida. "Não é legal, mas é gratificante, por outro lado, quando conseguimos manter o mesmo padrão". Rildo penetrou na área pela esquerda e, mais uma vez, Carli chega de mau jeito e atropela o atacante do Coxa.

O Coritiba começou o segundo tempo sendo pressionado, mas virou o jogo com mais um pênalti cometido por Joel Carli, também nos primeiros minutos.

Até o final da primeira etapa, o Glorioso teve chances com Carli - após falta bem cobrada por João Paulo - e novamente com Roger, em finalização bem defendida por Wilson.

Na comemoração, em provocação ao seu ex-clube, ele fez o sinal de chororô e recebeu cartão amarelo.

Depois da parada técnica, o jogo caiu de produção. Não só pela parada como também pela alta temperatura. Já o Coritiba só joga na quinta, quando recebe o Bahia no Couto Pereira.

Gatito; Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, João Paulo e Montillo; Rodrigo Pimpão e Roger. Na cobrança do pênalti, Kléber cobrou bem e abriu o placar no Engenhão. No final deu empate em 2 a 2 com Kleber e Henrique Almeida marcando de pênalti para os visitantes, e Roger e Carli descontando para o Alvinegro.

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP).

A provável escalação é Wilson; Dodô, Márcio, Werley e William Matheus; Jonas, Alan Santos, Tiago Real e Rildo; Kleber e Henrique Almeida.

LOCAL - Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ).

Edition: