CVM abre mais um processo envolvendo a JBS — Correção

A última investigação teve início na sexta-feira, dia 26, mas a autarquia não deu detalhes sobre o conteúdo dela. Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. A CVM apura também a atuação da companhia no mercado de dólar futuro.

O acordo de colaboração premiada da JBS foi assinado e homologado pelo ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). Pelo acordo, sete executivos da JBS e da J&F se comprometeram a pagar multa de R$ 225 milhões e a colaborar com as investigações. A CVM deu prazo de cinco dias úteis para resposta. No dia 23 de maio, a CVM divulgou dois novos processos administrativos diretamente ligados à empresa.

Delação. Também é solicitado que se posicione sobre a tempestividade da divulgação das informações, "tendo em vista que desde a noite do dia 17 de maio de 2017 já estavam sendo divulgadas notícias a respeito do acordo de colaboração premiada". O indício de irregularidade foi comunicado ao MPF.

Edition: